Métodos anticoncepcionais (contraceptivos)

A partir da puberdade, o organismo dos rapazes e das garotas se torna capaz de gerar filhos. Mas ter filhos é uma decisão muito séria.

Cuidar de uma criança exige condições que em geral os adolescentes ainda não têm. Bebês e crianças precisam de cuidados constantes, carinho e orientação de adultos responsáveis com tempo disponível e condições financeiras para criá-los.

Criar, educar e sustentar uma pessoa é uma responsabilidade enorme

Quem pretende ter relações sexuais, mas não quer correr o risco de uma gravidez, precisa utilizar algum método anticoncepcional ou contraceptivo. O casal deve conversar claramente sobre como evitar a gravidez. E isso precisa ser feito antes da primeira relação sexual. Depois, pode ser tarde.

É a mulher quem fica grávida, mas ela não engravida sozinha! A responsabilidade é do casal. Se os parceiros não conseguem conversar sobre o assunto ainda não chegou a hora de eles terem relações sexuais.

Por isso conversa com o parceiro ou a parceira e escolher, de comum acordo, um método anticoncepcional é muito importante quando se quer ter relação sexual sem gravidez à vista.

Antes de começar um relacionamento sexual, no entanto, a mulher precisa consultar com um ginecologista. Se o parceiro puder ir junto, melhor. O médico explicará os métodos apropriados ao casal e dará a orientação necessária.

Quais os métodos anticoncepcionais existentes?

Os métodos contraceptivos podem ser divididos didaticamente em: comportamentais, de barreira, dispositivo intrauterino (DIU), métodos hormonais e cirúrgicos.

A escolha do método contraceptivo deve ser sempre personalizada, levando-se em conta fatores como idade, números de filhos, compreensão e tolerância ao método, desejo de procriação futura e a presença de doenças crônicas que possam agravar-se com o uso de determinado método. Como todos os métodos têm suas limitações, é importante que saibamos quais são elas, para que eventualmente possamos optar por um dos métodos.

Todavia, na orientação sobre os métodos anticoncepcionais deve ser destacada a necessidade da dupla proteção (contracepção e prevenção as DST e HIV/AIDS), mostrando a importância dos métodos de barreira, como os preservativos masculinos ou femininos.

Como referenciar: "Métodos anticoncepcionais" em Só Biologia. Virtuous Tecnologia da Informação, 2008-2018. Consultado em 21/02/2018 às 02:33. Disponível na Internet em https://www.sobiologia.com.br/conteudos/Anticoncepcionais_doencas/metodos.php