Você está em Só Ciências > Reino Monera

Reino Monera

Um mundo bem "diferente"

Na época em que viveu o pesquisador holandês Antonie van Leeuwenhoek (1632-1723), o mundo microbiano estava sendo descoberto; era uma grande novidade para as pessoas em geral.

Veja o que Leeuwenhoek escreveu após observar microorganismos ao microscópio:

"Recebi em minha casa diversos cavalheiros ansiosos por observar as pequenas enguias do vinagre, mas alguns deles ficaram tão enojados com o espetáculo que juraram nunca mais usar vinagre. O que seria se essa gente soubesse que existe mais animais na boca humana, vivendo entre os dentes, do que seres humanos em todo o reino?"

Eles estão por toda a parte!

Em termos ecológicos, os animais e as plantas que vivem nas florestas tropicais e os que vivem no fundo dos oceanos ocupam extremos opostos da Terra; é como se habitassem dois "mundos" distintos. Em seus ambientes, muito diferentes entre si, não existe uma única espécie do planeta ou animal em comum.

Entretanto, toda a diversidade de vida existente nesses ambientes pode ser ofuscada, isto é, superada, pela diversidade de bactérias, organismos abundantes tanto em um quanto em outro ambiente e em todos os demais ecossistemas do planeta. No entanto, como com outros organismos só conhecemos uma ínfima parte da sua biodiversidade.

Considere 1 grama de solo comum - uma pitada que seguramos entre dois dedos - e coloque-o na palma da mão. Teremos um amontoado de pequenos grãos  de areia e de argila, por exemplo, misturados com matéria orgânica em decomposição e nutrientes livres. Além disso, teremos também cerca de 10 bilhões de bactérias.

Quando você ouve falar de bactérias o que você pensa?

É possível que você responda: "em doenças", por muitas pessoas relacionarem as bactérias somente com doenças.

Porém, as bactérias desempenham um papel muito importante no equilíbrio das funções de nosso corpo e nos ecossistemas da Terra, e atuam, com os fungos, como seres decompositores nas cadeias e teias alimentares.

Moneras são todos os seres vivos unicelulares e procariontes, isto é, sem núcleo organizado, individualizado por membrana. Seu material genético encontra-se disperso no hialoplasma.

As bactérias, seres microscópios de composição muito simples, fazem parte do reino Monera. Além das bactérias, esse reino também é formado pelas cianobactérias, que no passado também eram conhecidas como algas azuis ou cianofícias.

Observação: o termo "monera" na classificação atual encontra-se obsoleto. Seus integrantes foram divididos entre os reinos Bacteria e Archaea. O reino Bacteria representa o maior número de espécies, pois engloba as bactérias e as cianobactérias. Já o reino Archaea abrange um pequeno número de espécies. As arqueias são organismos procariontes, porém não são mais classificados com as bactérias porque apresentam características que os deixam também próximos aos eucariontes.
Apesar dessa nova classificação, como o termo "monera" ainda é adotado em livros didáticos, continuamos apresentando aqui sua definição.

Além da ausência do núcleo individualizado, a célula das moneras não apresentam organelas membranosas, como mitocôndrias e cloroplastos.


Esquema de uma célula bacteriana

Observe, no esquema acima, que as únicas organelas existentes no hialoplasma bacteriano são os ribossomos. Nessas estruturas ocorre a produção de proteínas.

Características dos moneras

Como vimos, as bactérias (do grego bakteria: 'bastão') são encontrados em todos os ecossistemas da Terra. Esses seres microscópios são geralmente menores do que 8 micrômetros ( 1µm = 0,001 mm).

A forma desses organismos podem variar. No esquema abaixo vemos as formas mais comuns encontradas nas bactérias.

Apesar de unicelulares, as bactérias também podem existir em grupos chamados colônias. As bactérias cocos, por exemplo, recebem os seguintes nomes de acordo com a forma como estão agrupadas:

Estafilococos- agrupam-se de modo parecido a um cacho de uvas.

Estreptococos - agrupam-se em fileira.

As cianobactérias também chegam a formar colônias e podem ser observadas sob a forma de uma massa escura gelatinosa.


Agrupamento de cianobactérias, imagem de microscópio eletrônico.

Como referenciar: "Reino Monera" em Só Biologia. Virtuous Tecnologia da Informação, 2008-2021. Consultado em 02/12/2021 às 07:08. Disponível na Internet em https://www.sobiologia.com.br/conteudos/Reinos/monera.php