Universo
 Sistema Solar
 Ar
 Água
 Solo
 Ecologia
 Seres Vivos
 Reino dos Animais
 Reino das Plantas
 Corpo Humano
 Mais Conteúdos [+]

 Seres Vivos
 Os Vírus
 Reino Monera
 Reino Protista
 Reino Fungi
 Reino Plantae
 Genética
 Citologia
 Biotecnologia
 Mais Conteúdos [+]

 Exercícios Resolvidos
 Provas de Vestibular
 Simulados On-line

 Laifis de Biologia
 Área dos Professores
 Fórum de Discussão
 Glossário Biológico

 Jogos de Ciências
 Biokids
 Macetes

 Jornal Só Biologia
 Notícias
 Curiosidades
 Dicas de Etiqueta
 Grandes Cientistas
 Indicação de Livros
 Fale Conosco

 
Busca Geral

 

 

Respiração

Os pulmões das aves são compactos e muito eficientes. Estão ligados à estruturas muito importantes chamadas sacos aéreos, que trabalham para a diminuição da densidade da ave durante o vôo.

Na base da traquéia há uma estrutura chamada siringe, com músculos vocais, responsáveis pelo canto.

Esses sons emitidos pelas aves possibilitam a comunicação entre indivíduos da mesma espécie - o que é importante para a defesa do animal, para a marcação do território, e para aproximar machos e fêmeas no período reprodutivo. Há aves, como o avestruz e o urubu, que não possuem a siringe.

 

 

 

Excreção

As aves não têm bexiga. Os rins se comunicam diretamente com a cloaca por dois canais. A urina é esbranquiçada, meio pastosa e eliminada junto com as fezes.


Sistema Nervoso

O cérebro de uma ave é proporcionalmente maior que o cérebro de um réptil e possuem 12 pares de nervos cranianos.



Reprodução

As aves são dióicas, com fecundação interna, ovíparas e com desenvolvimento direto. A fecundação ocorre geralmente na região superior do oviduto, as glândulas da parte posterior secretam as membranas da casca quando o ovo está pronto para a postura.

 

A fêmea possui apenas um ovário, que produz grandes óvulos. O óvulo, também chamado de gema, quando fecundado pelo espermatozóide masculino, forma o zigoto, embrião do novo ser vivo. Passando por um longo canal, o ovo sai pela cloaca.

 

Os ovos são chocados pela fêmea, pelo macho ou pelos dois, geralmente, em ninho. O corpo da ave adulta sobre os ovos lhes garante o calor necessário para desenvolver o embrião. O período de incubação dura de 20 a 30 dias.

Nos ovos, existem substâncias (o vitelo) que nutrem o filhote em formação. A casca é porosa e apresenta minúsculos orifícios, que permitem a troca de gases, mas não a saída da água do interior do ovo, o que deixaria o embrião desidratado e o levaria a morte.

 

 

 

      

Curta nossa página nas redes sociais!

Só Biologia finaliza seu próximo DVD. [+]

Mais produtos

 

Sobre Nós | Política de Privacidade | Contrato do Usuário | Anuncie | Fale Conosco

Copyright © 2008-2014 Só Biologia. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Grupo Virtuous.