Você está em Entretenimento > Curiosidades

Mamíferos sem dentes?

Sabemos que alguns animais não possuem dentes verdadeiros, constituídos de esmalte e dentina. Muitos têm estruturas semelhantes aos dentes, mas de constituições diferentes. Porém, existe animais que não têm nem um nem outro, e desenvolveram mecanismos diversos para obterem alimento.

O mais conhecido deles é o tamanduá, que possui língua longa e adesiva, mas diferentemente de outros mamíferos, não possui nenhum dente. Esta é uma característica rara entre os mamíferos, que normalmente apresentam duas dentições. O tamanduá, que adora comer formigas, cupins e pequenos vermes, conta com uma espécie de bico comprido, porém suas mandíbulas são lisas, sem nenhum dente.


Tamanduá-bandeira

O fato de não terem dentes é compensado por uma língua fina, comprida e gosmenta, que consegue alcançar suas presas que estejam longe seu corpo.

É importante destacar que o tamanduá, assim como o pangolim (mamífero que vive em zonas tropicais da Ásia e da África), tanto filhotes quanto adultos, apesar de não terem dentes, apresentam dentes vestigiais nos embriões, porém eles desaparecem antes do nascimento.


Pangolim

Outro animal que podemos citar é o ornitorrinco, cujos filhotes criam um dente na ponta do bico (conhecido como dente de ovo), constituído de esmalte e dentina, que ajuda o animal a quebrar a casca do ovo ao nascer. Porém, esta estrutura é perdida após dois dias da eclosão. Além disso, eles realmente não precisam dos dentes, pois o bico deles dá conta de fazer tudo o que seria a função dos dentes.


Filhote de ornitorrinco

Devemos excluir dessa lista animais como o bicho-preguiça, o tatu e o porco-da-terra, pois eles possuem dentes, embora sem esmalte (somente dentina com cavidade pulpar em seu interior).

Como referenciar: "Mamíferos sem dentes?" em Só Biologia. Virtuous Tecnologia da Informação, 2008-2018. Consultado em 18/02/2018 às 17:14. Disponível na Internet em https://www.sobiologia.com.br/conteudos/Curiosidades/mamiferos_sem_dentes.php