Você está em Entretenimento > Curiosidades

Gambá x zorrilho: diferenças, mitos e verdades

Para começar, o gambá e o zorrilho não são o mesmo animal. O mais famoso deles, o gambá, é um mamífero marsupial, assim como o canguru. Possui uma bolsa na barriga, onde carrega os seus filhotes, assim como o seu "parente" famoso na Austrália. No Brasil não temos marsupiais grandes como o canguru, visto que eles não se desenvolveram tanto por aqui, em virtude da existência maior de predadores.


Gambá x zorrilho

Já o zorrilho é um pequeno mamífero carnívoro da família dos mefitídeos, que habita os estados do sul do Brasil (Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina).

Qual deles possui mau odor?

O zorrilho é capaz de produzir, armazenar e expelir uma substância extremamente fétida com efeitos tóxicos quando em alta concentração. Porém, ao contrário do que é dito popularmente, este líquido usado pelo zorrilho na sua defesa não é urina, mas secreções de glândulas perianais.

Já os gambás, ao contrário da fama propagada por desenhos animados, não eliminam substância com mau odor. Das espécies que existem no Brasil, apenas o gambá-de-orelha-branca e gambá-de-orelha-preta eliminam odor apenas para marcar território, atrair parceiros ou em situações de extremo estresse, mas são cheiros que não chegam a incomodar as pessoas.

A espécie geralmente retratada nos desenhos é o gambá americano, conhecido como skunk. Este sim solta o cheiro característico, sendo encontrado no Canadá, Estados Unidos e México.

Diferenças físicas

O formato do corpo dos gambás é muito parecido com um rato: cabeça pequena e focinho bem alongado. Seu focinho é rosado e os olhos pretos e brilhantes. São mais robustos em relação aos zorrilhos, podendo pesar de três a cinco quilogramas.

Seu corpo mede de 40 a 50 centímetros de comprimento e a causa sozinha chega a medir 40 centímetros. Eles apresentam também uma crista proeminente e pelagem amarronzada ou cinza-escuro, sem as duas listras brancas, características do zorrilho. As patas são curtas, com cinco dedos em cada e com garras.

A cauda dos gambás tem pelos apenas na região próxima ao corpo, e pode enrolar-se a um suporte, como um galho de árvore. Já a cauda de um zorrilho é grossa e peluda, muito parecida com a de um esquilo.

Entre as características visuais do zorrilho, temos as pelagens “fofas” e densas por todo o seu corpo, principalmente na cauda. Dependendo da espécie, podem possuir manchas ou listras no corpo que vão desde a cabeça até o rabo (normalmente as listras são brancas e o restante do corpo é escuro). Seu focinho é bem comprido, principalmente porque o zorrilho se alimenta de insetos, e suas orelhas e patas são pequenas.

O zorrilho pesa entre 1,5 e 2,5 quilogramas e possui cerca de 50 a 60 centímetros de comprimento total.

Onde vivem e o que comem?

Os gambás geralmente fazem sua morada em ocos de árvores ou sob tocos e raízes. Eles saem à noite para se alimentar e comem qualquer coisa que encontrarem: insetos, roedores, frutas silvestres, frutas podres e até ração para cães. O gambá tem um jeito único de escapar dos inimigos. Como a maioria dos predadores gosta de comer animais vivos, o gambá às vezes se finge de morto quando o inimigo se aproxima, ficando paralisado até o predador se afastar.

Ainda que seja possível encontrar gambás em alguns pontos das cidades, ou mesmo sendo domesticados, é um animal que vive nas matas - em áreas verdes e arborizadas, ou seja, retirá-lo da natureza é proibido. No meio ambiente, os gambás desempenham papel importante. Além de ajudar na separação de sementes das árvores, ainda contribui para o controle da população de cobras, de escorpiões, de répteis e aracnídeos.

O zorrilho é encontrado em regiões diversas da América do Sul e, principalmente, no Sul e no Leste do Brasil. Outros países em que esses mamíferos são frequentes são: Chile, Argentina, Uruguai, Peru e Paraguai. No geral, eles não se adaptam bem a localidades muito frias, preferindo climas quentes. Costumam apreciar bastante matas abertas com vegetações não muito altas. Os zorrilhos são principalmente onívoros. A dieta deles inclui, por exemplo, ovos, cobras, camundongos, insetos grandes e algumas frutas.

Como referenciar: "Gambá x zorrilho: diferenças, mitos e verdades" em Só Biologia. Virtuous Tecnologia da Informação, 2008-2021. Consultado em 02/12/2021 às 06:17. Disponível na Internet em https://www.sobiologia.com.br/conteudos/Curiosidades/gamba.php